.

14 janeiro, 2013

Tocando minha vida: Capítulo 1


    Seis da madrugada, sabe o que é isso? Para quem acordava dez horas da manhã nas férias, é como acordar no meio da noite. Mas, em todo primeiro dia de aula, acho que todo mundo tem essa reação. Parece que você não acordou de verdade, que é um pesadelo onde você precisa acordar cedo e voltar a ter aulas. Você quer ter 13 meses de férias por ano e nunca mais pisar naquele lugar chamado "escola". Ainda mais com a sua mãe te acordando te chaqualhando e gritando "A-LAAAAAAAAAAAAAAA-NAAAAAA ACORDAAAAAAAAAA!", é assim, uma coisa muito agradável. E mesmo nas férias minha mãe não dava trégua. No primero mês de férias ela me acordava todos os dias às dez da manhã, tirando meu cobertor, liguando a luz, e gritando "ALANAAAAAAAAA, ACORDA MENINA, JÁ SÃO MEIO DIA, VAI SAIR". Tá, sei que dez horas não é madrugada, nem cedinho, mas é férias! Qualquer pessoa que se matou de estudar o ano inteiro merece, pelo menos no primeiro mês de férias, dormir até cinco da tarde, no mínimo. Mas, minha mãe não entende, mesmo que eu diga milhões de vezes.

    Mas, minhas férias foram mais animadas do que eu queria.


Eu até curto sair, porque posso levar meu iPod e ficar escutando música. Mas, sinceramente, já cansou. Minhas amigas não param de ligar, e cansa! Já sai quatro dias seguidos! Me tirando dos meus pensamentos e reclamações, ouvi um barulho. Uma mensagem no Facebook. Até já sabia quem era, e o que falava a mensagem.

                                Aninha: ai, Alana, vamos sair! Que coisa chata.
               
                Você só quer saber de ficar em casa baixando mú-
               
                sica! Não sai nenhum dia. Estamos de férias, a-
               
                proveita. Depois não vem reclamar que suas     férias
               
                foram paradas.

Ai, a Ana não tem mesmo jeito! Ela me arrastou pra duas festas e para o shopping uns três dias e ainda fala que eu não saio nem um dia! Ficar em casa também é bom. Eu descanso. Minhas amigas que reclamam na volta das aulas que não descansaram. Óbvio, né? Passa as férias inteiras perambulando para os lugares mais loucos.

                                Alana: coitada de você, Ana! Tá com amnésia, né?
               
                Não sei se você se lembra, mas você me arrastou para
               
                fora da minha preciosa casa quatro dias seguidos
               
                e ainda tem a coragem de falar que eu não saio?
               
                Eu prometo pra você que amanhã eu vou. É que eu com-
               
                prei um CD novo, quero ouvir ele!

               
                Aninha: PÔ, ALANA! Eu sei, mas são SÓ 4 dias, você
               
                fala como se eu tivesse te tirado de casa durante
               
                1 ano! Além do mais, você é estranha demais! Só li-
               
                ga para seus CDs. Tá bom então, não quero mais. Vai
               
                ficar com seus preciosos CDs, seu iPod e fica ouvin-
               
                do música o dia inteiro. Desse jeito, não te resta
               
                nenhum gatinho. Tô te falando.


Já devia esperar isso da Ana! Como ela exagera! Ninguém entende minha vontade de descansar pelo menos um dia? Caramba! Além do mais, ela sabe que meu coração já está ocupado ♥

                                Alana: Ana, para de drama! Você sabe que eu topo sair
               
                com você quase sempre. É que eu quero descansar! Tive
               
                uma ideia. Que tal você vir para minha casa, aí eu te
               
                mostro meus CDs novos, e depois passamos na sorveteria
               
                que você ama aqui perto de casa e tomamos aquele sundae
               
                você adora, andamos com a Bronwen. E amanhã a gente vai
               
                no Shopping Paulista e vai nas lojinhas que você ama,
               
                e pra me animar, a gente vai no cinema e passa numa lo-
               
                ja de CDs que abriu?

               
                Aninha: Descansar, descansar! Isso você faz dormindo!
               
                Depois você passeia com a Bronwen! Você tem tanto tempo
               
                pra passer com sua cadelinha! Por favor, Alaninhaaaa!
               
                Eu amo ir na sua casa, sua mãe é um amor, eu amo seus
               
                animais, amo seus CDs, e até decorei cada detalhe do seu
               
                quarto, mas por favor! Vamos sair HOJE! Amanhã a gente
               
                faz isso aí que você quer, e até chama a Ju e a Luana.
               
                Por favor, Alaninhaaaaaa!

Nossa, ela está mesmo desesperada! Até me chamou de Alaninha (com muitos 'a's), e só faz isso quando a coisa é séria.

                                Alana: Hmmmmm, tem coisa aí, Ana! Até me chamou de Alaninha!
               
                E, me diga uma coisa, porque você quer ir hoje? Me explica
               
                direito! Tem menino na área! Vamos fazer o seguinte, como
               
                eu te conheço o bastante para saber que tem um motivo muito
               
                bom para você ir, eu topo! Mas, você tem que prometer que
               
                vai me contar o que ta acontecendo, OK?

               
                Aninha: OBRIGADAAAAAAAAAAAAAA! Passa aqui em casa. É que eu
                  
             não sei o que vestir... Aí eu aproveito e te conto tudo,
                  
             tudinho! Mas vem rápido, temos que sair casa quatro horas,
                  
             já são quase três! Meu pai vai levar e buscar a gente. Bei-
                  
             jão, te vejo daqui a pouco!

               
                Alana: OK, Ana! To saindo de casa em 10 minutos, tô aí em
               
                15! Beijão!
               
                Alana ficou off-line.

    Isso tá realmente me cheirando menino. Porque a Ana é uma pessoa super calminha. Ela não faria todo esse chororô por nada. E além do mais, ela é parecida comigo. Colocamos qualquer roupa e saímos. Ela me falou que não sabia o que vestir! Isso é praticamente impossível quando falamos da Ana! Bom, ela vai me contar tudo. Não preciso especular.

    Avisei pra minha mãe que iria no Shopping Paulista pra minha mãe, ela me deu dinheiro, perguntou quem iria levar e buscar porque tinha que ir no supermercado, falei que o pai da Ana iria. Saí de casa exatamente três e cinco. Cheguei na casa da Ana três e dez. Ela mora praticamente do meu lado, então eu praticamente moro na casa dela e ela na minha. Avisei o porteiro que eu estava subindo, e ele falou que ia avisar o Sr. Alberto, que é o pai da Ana. Ele já me conhece então nem precisou pedir indentificação e todas essas coisas que os porteiros fazem.


 
    Bati na porta do quarto da Ana e encontrei o guarda-roupa dela inteiro na cama e ela super concentrada olhando para um vestidinho. Chamei o nome dela e ela quase desmaiou de tanto susto que ela tomou.

    -Ana, me conta essa história direito? Quem é garoto que te fez ficar assim? Você nunca teve dúvida na hora de escolher roupa!

    -Ai, sabe o Kevin? Então, ele me ligou e me chamou pra ir com o cinema com ele e com o Lucas. E me pediu para te convidar. Para ficar um encontro duplo!

    Quase caí da cama quando ela disse que o Lucas iria! Tenho uma queda por ele desde a 1ª série, mas ele sempre me olhou como uma amiga. Nesse momento quase matei a Ana por não ter me falado que o Lucas iria. Estava um trapo! Nem me arrumei direito, como sempre. Mas, se ela tivesse mencionado a presença dele eu teria me arrumado, passado um creme no cabelo, passado um rímel...

    -ANA! VOU TE MATAR! Você sabe muito bem da minha paixão pelo Lucas e nem me falou que ele vai! Eu estou horrível, nem me arrumei direito! E, me conta isso com o Kevin? Desde quando você tem uma queda por ele? É recente?

    -Alana, me desculpa! Estava tão preocupada com fato de que eu vou sair com o Kevin que nem me liguei de falar que o Lucas vai. Quer que eu te empreste alguma coisa? Eu visto o mesmo número que você. Tenho umas coisas que combinam com você no seu número, P.

    Peguei o vestidinho que ela estava olhando quando entrei. Era jeans com uns botõezinhos na frente. Me apaixonei. Vesti, e coloquei um creme no meu cabelo encaracolado ruivo. Pedi novamente para ela me explicar esse negócio do Kevin.

    -Então, na quinta passada ele veio puxar papo comigo quando encontrei ele por acaso no shopping. Nunca tinha me aproximado muito dele por falta de oportunidade. Ficamos mais de duas horas conversando e acabei não comprando a rasteirinha que queria, mas, enfim. Senti emoções fortes por ele, acho que ele percebeu, porque marcamos de sair hoje. Mas, na sexta, sábado e domingo conversamos sem parar pelo Facebook. Acho que pode dar certo! Por isso estou nervosa...
    Percebi que ela estava com um pouco de vergonha. Mas, não perdi tempo. Fui correndo pro guarda-roupa dela e puxei umas três opções de roupa e falei para ela escolher a que ela mais gostava. Ela acabou se vestindo com uma blusa com estampa de tigre, uma calça jeans com tachinas e um tênis All Star preto. Estava simples, mas completamente linda!

   Quando olhei no relógio era a minha vez de quase desmaiar! Eram quatro e dez! Precisávamos ter saído a dez minutos! Saímos correndo de casa e chegamos no shopping ofegantes. Paramos no banheiro, apesar da correira e do atraso, checamos a maquiagem e o cabelo.
   Encontramos os meninos na frente do cinema. Ana foi direto cumprimentar Kevin, toda melosa. E depois ficou de papinho com ele, que estava todo carinhoso e engraçadinho. Lucas estava lindo, como sempre. Nos cumprimentamos. Ele elogiou minha roupa, eu devo ter ficado muito vermelha de vergonha porque ele foi logo dizendo que não queria me deixar sem graça, mas que eu estava muito bonita. Me elogiar de novo não me deixou mais calma. Nesse meio tempo meu coração estava batendo a mil por hora e meu estômago estava dando cambalhotas dentro de mim. Conversamos algumas coisas. E quando estávamos entrando no clima, quase esquecendo o tempo passar, Ana veio correndo falando que a gente devia entrar na fila já, pois o filme que ela queria assistir começava em quinze minutos. Mas, os meninos falaram que já tinham comprado os ingressos. A Ana, como sempre, ficou toda derretida. Porém, uma coisa me deixou meio feliz...

    O Kevin falou que tinha comprado dois ingressos para um filme, e o Lucas falou que tinha comprado dois ingressos para outro filme. Mas, que não foi combinado. Óbvio que nem eu nem a Ana contestamos, brigamos nem nada. Era nossa chance de ficar sozinhas, no escurinho com o garoto que nós gostávamos. Kevin e a Ana foram comprar pipoca e refrigerante pra eles, me deixando sozinha com o Lucas novamente.   

    Eu e ele sempre fomos muito amigos. Eu sempre soube que ele era o cara certo pra mim. Nunca tive coragem de me declarar porque sempre achei que ele nunca iria se interessar por mim. Que ele sempre me olhava com olhos de amigo. Já chorei tanto quando ele me contava que tinha uma quedinha por tal garota ou que ia sair com uma tal em tal dia. Mas, de uns três meses pra cá isso meio que parou, então fiquei esperançosa de novo. Ainda mais agora, que a Ana disse, que o Kevin disse, que o Lucas mandou me convidar.


    Trocamos alguns olhares e sorrisinhos. Fomos comprar nossa pipoca e nosso refrigerante. Pipoca combo e dois refrigerantes médios. Tentamos achar o Kevin e a Ana, mas provavelmente eles já tinham entrado na sala e não estavam mais lá. Entrando na sala de cinema percebi que o cinema não estava tão cheio quanto eu pensava. Afinal, eram férias. Andando pra nossa fileira percebi que ela estava vazia. Dei um abraço por pensamento na Ana por ter me convencido a vir. Estava com Lucas, no cinema, sozinhos, numa fileira vazia, com uma pipoca combo (onde nossas mãos iriam provavelmente iriam se tocar) e ele estava lindo de morrer, havia me elogiado e olhado no fundo dos meus olhos, fazendo meu coração quase sair pela boca e meu estômago dando mortais.
    O filme já estava começando, porque perdemos trailers comprando pipoca. Sentamos nos nossos lugares. Que era mais isolado de todas as outras pessoas. Primeiramente, comecei a prestar atenção no filme. Mas, eu senti que estava sendo observada, isso me deu uma sensação de desespero, no começo. Pois, assim que olhei pro lado, vi quem estava me encarando. Lucas. Ele olhou bem no fundo dos meus olhos. Era como se ele pudesse descobrir todos os meus segredos. Descobrir como eu estava gostando desse momento, bem do ladinho dele. Parece que ele leu meus pensamentos, porque logo ele segurou na minha mão e...

(continua...)





Eaí, gente! Gostaram? Querem saber o que vai acontecer? Curiosos? Esperem até dia 21, que eu mato a curiosidade de vocês! Mas, e esse capítulo. Ficou bom? Comentem por favor, opinem, falem se já passaram por situação parecida, com que você se indentifica, enfim, façam a festa do caqui de vocês quiserem nos comentários! Um beijão!

10 comentários:

  1. Ah! ficou muuuuuuito bom! Deposi de tanto esperar pela sua web série, tomei coragem de recomeçar a escrever. E até tá saindo um pouco de história! Mas ficou muuuuuito bom!
    http://anonimajaqueenjoasereu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Gostei '-' Ansiosa para o segundo capítulo haha


    www.teenlist.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Ahh Alice eu vou te matar, tá muito boa e bem escrita. Posta antes por favor(chorando aqui).
    Beijoos

    ResponderExcluir
  4. OMG OMG OMG OMG, NUNCA FIQUEI TÃO ANSIOSA NA MINHA LIFE!
    kkkk, gostei demais *-----*
    Escrita perfeita, sem erros gramaticais e ortográficos... Mas tô de mal Alice! Pô meu, conseguiu me deixar super curiosa! #XATIADA ):

    a-procura-do-horizonte

    ResponderExcluir
  5. Vc escreve muito bem flor, quero ver a continuação ! ...

    Flor achei seu blog um máximo! Super diferente e criativo! Seguindo aqui com certeza!

    Se puder retribuir!!

    Beijinhos linda!

    Blog:
    http://alineperobello.blogspot.com.br/

    Fan Page:
    http://www.facebook.com/pages/Estillo-A/128701730607501

    ResponderExcluir
  6. Você escreve mega beem! Adorei *-*

    http://www.garotasmalvadas.com/

    Gostaria de divulgar seu blog para vários outros blogueiros?
    Visite: http://www.facebook.com/groups/389178984497486/

    ResponderExcluir
  7. Você escreve muito bem! *-*
    E você acabou de descrever minhas férias quando eu ainda estudava, era bem assim mesmo! E minha mãe um amor de pessoa pra me acordar, me jogava logo da cama só pra ter certeza que eu não ia mais voltar IUHEIUHEUIEHUEH

    Beijões,
    http://dinha-vieira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Gostei bastante do primeiro capitulo, estou um pouco ansiosa para saber o que vai acontecer.
    my-history-restarted-again.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. ameii ;)

    http://princesacomplexada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Vim aqui conhecer sua websérie por causa da Anônima (primeiro comentário), amei, amei!!! Vou ler o segundo capítulo! Bjo, Sel ;*

    http://jovensgordinhas.blogspot.com/

    ResponderExcluir