.

27 setembro, 2012

Escrevendo #1: Corre cotia, na casa da tia...

 

 Minha infância foi ótima. Lembro-me de que, mesmo na escola, eu brincava o dia inteiro. De Lego, amarelinha, pique-esconde, pega-pega, e brincadeiras do tipo que fizeram parte da infância da maioria de vocês. Confesso que continuo meio criança, como todo mundo. Tenho uma infantilidade dentro de mim: sou meio boba, brinco toda hora, com meus amigos ainda brincamos de amarelinha e pega-pega. Só tenho tamanho, como minha fala, porque ainda sou uma bebezona nesse aspecto.
 Não posso falar muita coisa, pois não sou uma adolescente interamente, minha infância não acabou a anos, mas; Sinto falta da irresponsabilidade dela. Sinto falta quando ficava brincando o dia inteiro, sem me preocupar se tinha prova no dia seguinte. Agora é só correria, nem paramos para ver o tempo passar e ver as pessoas apressadas. Só estudo e todos os horários da minha agenda mental estão lotados. Acordar cedo, estudar, prova, aula, comer, dormir, acordar cedo, estudar... Sabe, estou cansada! Realmente, estou muito cansada. Quero cabular aula, brincar o dia inteiro, usar minhas camisas pequenas, assistir Teletubbies e dormir com minha mãe contando muitas histórias.
 Agora, os únicos vestígios dos meus 1,30m a alguns anos, são fotos. Quando eu usava maria-chiquinha, com a boca toda suja de chocolate, deitada com as pernas abertas, aprendendo a andar...
 Cresci, amadureci, aprendi. Não tem como chorar sobre leite derramado. Minha infância foi ótima, repito. Não tenho o que reclamar. Amigas, família, escola, brincadeira, aproveitei cada segundo. Agora é correr, estudar, ser aprovada, e viver a vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário